segunda-feira, 4 de novembro de 2013

PARA FAZER POESIA


Por MAÍRA MAGNO




Para fazer poesia,
É preciso viver profundamente.
É preciso amar com ardor,
É preciso ser carente!
São necessários 2 copos de fel
E meia dúzia de coragem,
É preciso ódio, é preciso vaidade,
Tem que viver à sombra e à luz!
É preciso ter o peito cheio de dor
E os olhos encharcados de alegria,
Para fazer poesia,
Não apenas a pena e o papel,
Mas noites em leito de seda
E beijos em lábios de mel!
Para ser poeta, antes de tudo,
É preciso ser sonhador,
Tem que bater com um sorriso,
Tem que pisar na flor.
Para fazer poesia tem que ser humano,
Sentir cada curva desta vida
Como um perfeito deserto plano,
E amar quando puder,
Odiar na medida do necessário.
Tem que ser inteligente,
Ser um pouco otário!
Assim, normal, como todo mundo,
Mas com a ideia na cabeça e uma pena na mão,
Manchar o papel com a tinta que brota do coração!

Nenhum comentário: