segunda-feira, 29 de abril de 2013

A QUEDA DO PARAÍSO



– I –


Por, Dani Maya

O Jardim do Éden com a Queda do Homem, de Jan Brueghel, o Velho (1615).




Primeiro o silêncio
O medo
E o medo do silêncio
Da resposta calada
Da indiferença crescente
Do abismo
Da presença ausente

E ainda há o medo
De tudo o que me aproxima
E me afasta de você
São tantas verdades
As minhas, as suas...
Sobra apenas o silêncio
E sua verdade
Em toda sua intangibilidade.






Nenhum comentário: