terça-feira, 13 de dezembro de 2011

TENTAÇÕES


Obra de Salvador Dalí: "A Tentação de Santo Antônio "- Óleo sobre tela - 1946

Se eu fosse um enfadonho teísta cristão

Chamar-te-ia sem relutar de pura perdição,

O apetite da alma inconsequente e malsão,

A mais indesejável e desvairada tentação!

Porém, como sou apenas um reles pagão

Chamo-te sussurrando somente paixão,

Meu louco encantamento e bela danação,

Que me acalma com sua inebriante canção!

Então, peço-lhe com gentileza tuas mãos

Para que me conduza tenaz na reta direção

Da estrada que me cause maior alucinação

Além de todo tipo desejável de imaginação.

E com tua querência retire-me da solidão

Em seguida, tome meu ululante coração,

Que pulsará ininterrupto de forte emoção,

Desobstruindo minha ofegante respiração.

Só então estarei livre desse mundo de cão,

Inebriado por completo de alegre paixão,

Ébrio de prazer e entregue à feliz diversão,

Ao fim e ao cabo, preso em tuas mãos!


(Por Saulo henrique Souza Silva)

Nenhum comentário: