sábado, 27 de agosto de 2011

TERRA À VISTA

 
                                                                                      


As naus e os montes, a terra à vista.

Águas e águas, aves exóticas, povo estranho;

Muita terra e pau-brasil.

Eis a primeira vista do Brasil!


Colonizar, dividir, capitanear;

Dominar os nativos estranhos

Trazer escravos há muito o que explorar.

“Lusitanos conquistar, acumular, prosperar!...”




Nenhum comentário: